Comunidades Rurais

comunidadesEstendidas ao longo da rodovia que liga os municípios de Teófilo Otoni e Frei Gaspar, às margens dos córregos do Cedro, da Liberdade, do Brejão, dos Índios e do Poton, as 8 comunidades rurais da Paróquia São Benedito são referência de vida cristã e de construção da cidadania para as famílias dos pequenos produtores e agricultores da região. Vila da Palha, Cedro Eldorado, Santa Luzia do Cedro, Criciúma do Cedro, Brejão do Cedro, Água Fria, Córrego dos Índios e Potonzinho são as sedes destas pequenas comunidades que tentam se ajudar mutuamente em forma de rede e de convivência fraterna.

 


ASSEMBLEIA ANUAL DAS COMUNIDADES RURAIS

Brejão, 27 de janeiro de 2019

PLANEJAMENTO PASTORAL 2019

Discutido e aprovado pelos Coordenadores e Conselheiros das Comunidades presentes:

Comunidade do Menino Jesus (Vila da Palha) – Comunidade Nossa Senhora Aparecida (Cedro Eldorado) – Comunidade Santa Luzia (Cedro do Meio) – Comunidade Imaculado Coração de Maria (Criciúma) – Comunidade Nossa Senhora das Graças (Potonzinho) – Comunidade São Sebastião (Córrego dos Índios) – Comunidade Senhor Bom Jesus (Brejão do Cedro).

Assumimos trabalhar em conjunto as seguintes prioridades para o Ano de 2019:

1ª urgência: Ser  uma Igreja em estado permanente de Missão:

             Nossas comunidades procurarão atingir as pessoas (crianças, jovens e adultos) que não estão diretamente ligadas à Igreja através de Celebrações da Palavra nas casas, do reforço dos Grupos de Reflexão, Encontros Bíblicos e da Catequese.

2ª urgência: Ser uma Igreja como Casa da Iniciação Cristã:

            Queremos ajudar as pessoas a terem uma visão de Jesus Cristo baseada na mensagem do Evangelho e da doutrina católica, buscando passar a Palavra de Deus com segurança, otimismo e verdade, expressando-a com muita alegria e firmeza no falar, aproveitando até mesmo as rezas do terço (Homens e Mãe Rainha) para melhor aprofundar a Palavra.

3ª urgência: Ser uma Igreja como lugar de animação bíblica da vida e da pastoral:

            Em algumas de nossas comunidades existe a prática de visita a doentes e idosos sempre acompanhada de uma reflexão da palavra da Bíblia. Mas é preciso ainda aproveitar os momentos que a comunidade passa junto para aumentar esta prática. Por exemplo, nas Rezas do Terço deveria sempre haver uma leitura da Bíblia eu provocasse reflexões e comentários.

4ª urgência:  Ser uma Igreja – Comunidade de comunidades:

            Para criar um melhor relacionamento e colaboração mútua entre nossas comunidades, em todos os sentidos, precisamos melhorar nossa união e nosso diálogo, bem como a nossa comunicação, que, às vezes é precária. Falta muita tolerância, compreensão e humildade entre nós. Precisamos melhorar nosso  espírito de iniciativa e sair do comodismo, até mesmo para fortalecer as reuniões do Conselho dos Animadores das Comunidades Rurais, que acontece a cada 2 meses.

5ª urgência: Ser uma Igreja a serviço da vida plena para todos:

            Para melhorar a  promoção da vida e da justiça para todos no meio rural em que vivemos, é necessário passar das brilhantes ideias que temos para ações efetivas, até mesmo criando um fundo comum para ajudar imediatamente as situações carentes e problemas mais gritantes que existem em nosso meio, independente da comunidade.

 

AGENDA DAS MISSAS 

  Ja Fe Ma Ab Ma Ju Ju Ag Se Ou No De
Eldorado

(10h30)

3

 

7 5 2 13

(*)

3
Brejão

(08h30)

27 10 12 4

(*)

6
Água Fria

(08h30)

9 8
Criciúma

(10h30)

10 12 9

(*)

11 8 6
Potonzinho

(10h30)

17 17 21 19 16 18 15 20 24

(*)

Santa Luzia

(08h30)

24 28 26

 

23 11 29 27 15

(*)

Cor. Índios

(10h30)

20

(*)

24 28 26 23 25 29 27
Vila da Palha

(10h30)

31 30 22 10

Legenda:       (*) = Padroeiros

 REUNIÕES DO CONSELHO PASTORAL DAS COMUNIDADES RURAIS – CPCR

27 de janeiro 7 de abril 9 de junho
28 de julho 15 de setembro 17 de novembro