Comunidades Rurais

comunidadesEstendidas ao longo da rodovia que liga os municípios de Teófilo Otoni e Frei Gaspar, às margens dos córregos do Cedro, da Liberdade, do Brejão, dos Índios e do Poton, as 8 comunidades rurais da Paróquia São Benedito são referência de vida cristã e de construção da cidadania para as famílias dos pequenos produtores e agricultores da região. Vila da Palha, Cedro Eldorado, Santa Luzia do Cedro, Criciúma do Cedro, Brejão do Cedro, Água Fria, Córrego dos Índios e Potonzinho são as sedes destas pequenas comunidades que tentam se ajudar mutuamente em forma de rede e de convivência fraterna.

 


ASSEMBLEIA ANUAL DAS COMUNIDADES RURAIS

Cedro – Eldorado, 24 de janeiro de 2016

PLANEJAMENTO PASTORAL 2016

Discutido e aprovado pelos Coordenadores e Conselheiros das Comunidades presentes:

Comunidade do Menino Jesus (Vila da Palha) – Comunidade Nossa Senhora Aparecida (Cedro Eldorado) – Comunidade Santa Luzia (Cedro do Meio) – Comunidade Imaculado Coração de Maria (Criciúma) – Comunidade Nossa Senhora das Graças (Potonzinho) – Comunidade São Sebastião (Córrego dos Índios) – Comunidade Senhor Bom Jesus (Brejão do Cedro).

Assumimos trabalhar em conjunto as seguintes prioridades para o Ano de 2016:

  1. ANO SANTO DA MISERICÓRDIA

  • Ir ao encontro e resgatar as pessoas afastadas da Comunidade através da articulação de grupos de visita e animação;
  • aproximar-se mais efetivamente das pessoas acamadas, das que estão vivendo situações de dificuldades diversas ou outros tipos de necessidades, e mesmo das que estão desinteressadas pela vida cristã em comunidade por motivos diversos utilizando estratégias de contatos e visitas mais freqüentes;
  • esforçar-se por entender a linguagem, as necessidades e os problemas que envolvem a juventude de nossas comunidades, buscando dar-lhes maior atenção e atraí-los para a caminhada da vida cristã.
  1. ACOLHIDA

  • divulgar e informar melhor os acontecimentos da comunidade por meio de cartão de boas vindas e afixando na porta da Capela a programação anual da comunidade;
  • ter a abertura de convidar pessoalmente as pessoas que, embora tendo grande respeito pela Igreja, não se sentem motivadas a participar;
  • pensar melhor a formação de equipes de acolhida independentes da equipe de preparação das celebrações para atuar antes, durante e depois das mesmas e preparar toda a comunidade para acolher melhor as pessoas;
  • promover e articular o intercâmbio das comunidades no dia da celebração do culto de cada uma (além do que já se faz na festa dos padroeiros), convidando as pessoas a refletir sobre a misericórdia e partilhando um lanche de confraternização com todos após a celebração.
  1. NOSSA CASA COMUM – NOSSA RESPONSABILIDADE (Campanha da Fraternidade)

  • articular trabalhos e ações educativas na Igreja e em parceria com as Escolas, debatendo sobre a crise da água, a importância das nascentes e das matas e concretizando movimentos de arborização das mesmas;
  • mobilizar nossas comunidades para a coleta mais consciente do lixo a partir do próprio fundo (quintal) das casas;
  • discutir e articular estruturas de cobrança das autoridades quanto ao saneamento básico e quanto ao desmatamento da região.

 

AGENDA DAS MISSAS

 

  Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Eldorado 

06 03 08 05 14 04 13 06

Brejão 

10 12 07 16 13

Água Fria 

29 11

Criciúma 

13 10 26 11 23 13

Potonzinho 

21 17 15 19 21 18 16 27

Palha  

28 12 25 30

Santa Luzia 

28 24 15 28 23

11

Cor. Índios 

17

27 24 22 28 02 20

 

REUNIÕES DO CONSELHO PASTORAL DAS COMUNIDADES RURAIS – CPCR

24 de janeiro 3 de abril 5 de junho 31 de julho 18 de setembro 20 de novembro