Pastoral da Familia

A) MOTIVAÇÃO E JUSTIFICATIVA

Na época em que vivemos, a evidente crise social e espiritual torna-se um desafio pastoral, que interpela a missão evangelizadora da Igreja para a Família, núcleo vital da sociedade e da comunidade eclesial. Propor o Evangelho sobre a família neste contexto é mais urgente e necessário do que nunca. Não há como propor eficazmente o projeto salvador de Jesus a crianças, adolescentes, jovens, casais ou idosos desvinculando-os do núcleo original onde a vida se processa e a resposta de fé é dada cotidianamente: a família.

B) OBJETIVO GERAL

Ampliar os horizontes da reflexão sobre a vocação cristã da família, para que ela assuma, como um todo, a sua condição missionária na Igreja.

C) OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Resgatar e valorizar o papel que o matrimônio e a família podem desempenhar na condução da vida pessoal e comunitária das pessoas, reconhecendo o valor de suas ações tanto na estruturação saudável de seus membros quanto no crescimento qualitativo da comunidade;

  • Promover uma consciência crítica e atuante da família na vida da Igreja, como Igreja-doméstica, assumindo o próprio Batismo em tarefas que reforcem a proposta do Reino de Deus;

  • Articular encontros e mesas redondas com temáticas específicas que ajudem jovens, namorados, noivos, casais recém-casados, casais conviventes, casais de segunda união, e mesmo famílias eclesialmente constituídas a se confrontarem espiritualmente com o pensamento de Cristo e da Igreja na busca da santificação das famílias e da realização humana das pessoas;

  • Constituir um núcleo de apoio interdisciplinar para as várias pastorais específicas da Paróquia ante os desafios advindos dos problemas novos e antigos da convivência familiar.

  • Manifestar a misericórdia divina do acolhimento e da caridade cristã com relação às novas situações familiares que surgem na comunidade: matrimônios mistos ou inter-religiosos, famílias monoparentais, famílias homo-afetivas, fenômenos migratórios, pluralismo relativista na noção de matrimônio, influências dos meios de comunicação sobre a cultura popular na compreensão do matrimônio e da vida familiar, tendências das propostas legislativas que desvalorizam a permanência e a fidelidade do pacto matrimonial.

Contato: Edmilson e Malba (3536-3861)


PLANEJAMENTO 2017

“Sublinha-se, portanto, uma vez mais, a urgência da intervenção pastoral da Igreja em prol da família. É preciso empregar todas as forças para que a Pastoral Familiar se afirme e desenvolva, dedicando-se a um setor verdadeiramente prioritário, com a certeza de que a evangelização, no futuro, depende em grande parte da Igreja Doméstica”.

João Paulo II

 

DATA EVENTO LOCAL
19 de fevereiro Assembleia de Avaliação e Planejamento Par. S. Sebastião
18-19 de março Encontro da Província de Diamantina Casa de Oração
Maio Formação de Agentes da Pastoral Familiar Paroquial Salão Paroquial
16 de julho Retiro Espiritual para Agentes Diocesanos ———–
12-20 de agosto Semana da Família Paróquias
19 de agosto Retiro de Casais e Renovação dos Votos Matrimoniais Santuário de N S Aparecida – Taquara
20 de agosto Encerramento Semana Família – Missa – Benção das Chaves Praça Tiradentes
Setembro Formação de Agentes da Pastoral Familiar Paroquial Salão Paroquial
15 de novembro Retiro Espiritual para Agentes Diocesanos Paróquia São Sebastião