DECISÃO DO CONSELHO PAROQUIAL DE PASTORAL

3 de agosto de 2020 at 17:10

 Ata da reunião de 2 de agosto de 2020

No dia 2 de agosto de 1980, após a Missa Paroquial transmitida da Matriz de São Benedito, em Teófilo Otoni, pelas 11h, reuniu-se, pela 2ª vez em tempo de Pandemia do Coronavírus, no Salão Paroquial, o Conselho Paroquial de Pastoral, convocado para tomar decisões quanto à flexibilização das celebrações em âmbito Paroquial durante o mês de agosto. Estavam presente o Pe. Luciano Campos Lavall, Presidente do Conselho e, desta vez, sem direito a voto, e os seguintes Conselheiros: Vívian – Coordenadora da Pastoral do Batismo; Tânya Suely – Coordenadora da Pastoral Catequética; Edivaldo – Coordenador do Catecumenato Crismal; Tanélia – Coordenadora da Pastoral da Criança; Julye Mary e Marcílio – Coordenadores da Pastoral da Juventude; Cecília – Coordenadora da Pastoral dos Idosos e Enfermos; Custódia – Coordenadora da Pastoral Litúrgica; Lydiane – Coordenadora da Pastoral do Dízimo; Vânia – Coordenadora do Espaço Adolescente; Rubens – Coordenador dos Grupos de Reflexão e da Comunidade da Vila Esperança; Leni – Coordenadora dos Ministros Extraordinários da Distribuição da Comunhão Eucarística; Camilo – Representante da Comunidade Sagrada Família; Cícero – Representante da Comunidade do Jardim São Paulo; Adriana – Representante da Comunidade Solidariedade/Pindorama; Léo – Representante da Comunidade do São Benedito; Graça – Representante da Comunidade da Taquara; Jefferson – Representante da Comunidade Vila Barreiros; Silvânia – Representante da Comunidade da Vila Jacaré; Jane – Representante da Comunidade Matriz; Bethânia – Representante da Conferência Vicentina e Márcia Ottoni – Representante da Superintendência da Secretaria Estadual de Saúde, compondo assim um corpo de 22 votantes Foi convidado também o Prefeito Municipal, Daniel Sucupira que deu início aos trabalhos apresentando a conjuntura atual da disseminação da Pandemia n Município, os modos de enfrentamento adotados pela Prefeitura e apresentando uma clara prestação de contas do investimento das verbas federais e estaduais para o enfrentamento da Covid-19 em nossa cidade. Logo após, Pe. Luciano apresentou os dados estatísticos do avanço da contaminação do coronavírus em todas as comunidades urbanas e rurais que integram a Paróquia São Benedito. A partir daí foram feitas 5 propostas para serem avaliadas pelo Conselho quanto aos procedimentos a serem tomados no mês de agosto com relação às celebrações religiosas em toda a extensão da Paróquia e distribuída. Cada um recebeu um formulário para apresentar sua escolha, conforme abaixo:

(    )

Proposta 1: continuar em agosto como estamos: apenas a Missa Dominical transmitida e sem público.

(    )

Proposta 2: continuar com a Missa Dominical transmitida com público reduzido e acrescentar a Missa das Quartas-feiras também com público reduzido e sem distribuição de folhetos.

(    )

Proposta 3: em agosto voltar a Missa de sábado transmitida, acrescentar a Missa das Quartas-feiras e retomar a Missa de Domingo à noite na Sagrada Família, todas com público reduzido e sem distribuição de folhetos.

(    )

Proposta 4: em agosto voltar a Missa de sábado transmitida, acrescentar a Missa das Quartas-feiras, retomar a Missa de Domingo à noite na Sagrada Família e reiniciar com 0 3º Domingo no Santuário da Taquara.

(    )

Proposta 5: continuar em agosto como estamos (apenas a Missa Dominical transmitida e sem público) e só em setembro reassumir as Celebrações nas Comunidades urbanas e rurais, de acordo com o calendário, mas todas com público reduzido e sem distribuição de folhetos.

Passado o tempo das discussões sobre o funcionamento de cada uma das propostas, obteve-se o seguinte resultado: Proposta 1: 15 votos; Proposta 2; 1 voto; Proposta 3: 1 voto; Proposta 4: 0 voto: Proposta 5: 5 votos. Decidiu-se então permanecer em agosto com a Proposta 1, convocando-se uma nova reunião para o final do mês de agosto paras aprofundar a viabilidade da Proposta 5 que, eventualmente, seria implantada em setembro. Terminada a reunião, lavrou-se a presente Ata que, depois de lida e aprovada, será assinada por mim, Secretária Paroquial, pelo Pároco e de mais Conselheiros presentes à reunião.

Teófilo Otoni, 2 de agosto de 2020.