MISSÃO JOVEM NA PARÓQUIA

21 de janeiro de 2017 at 20:12

IMG-20170117-WA0143 (1)Nossa Paróquia recebeu, na semana entre 14 e 21 de janeiro a Missão Jovem do Regional Leste II: Daniele (de Frutal – MG), Álvaro (da diocese de Leopoldina – MG), Cristina (da diocese de Pouso Alegre – MG), Victor e Denner (da diocese de São João Del Rey – MG). No di 16, os jovens missionários fizeram uma caminhada por todas as nossas comunidades e ouviram relatos da vida de nossas comunidades retratada por nossos amigos Seu Patrício (Sagrada Família) e Silvânia (nossa secretária, que contou um pouco da história da Paróquia). Visitaram Guilhermina (na Vila Barreiros), Dona Santa (na Vila Jacaré) e Luzia (no Jardim São Paulo). Almoçaram na casa de Maria dos Anjos (na vila Esperança) e finalizaram o dia com uma caminhada até o Santuário, passando pela comunidade São Benedito.Os nossos jovens do “Rota de Colisão” acompanharam os visitantes em toda esta trajetória. Foram momentos de muita partilha de conhecimento e prática de vida cristã.

Na abertura da Missão, os jovens apresentaram um teatro mostrando a realidade dos jovens em nossas comunidades. Depois Marcílio (Jardim São Paulo) concluiu com esta mensagem, escrita por ele mesmo:IMG-20170117-WA0123 (1)

O rosto de Deus se revela jovial, como a face da sua Igreja. Somos parte deste semblante alegre, iluminado e que nos mostra o contentamento de ser uma Igreja em constante movimento, não enraizada em suas particularidades, mas sim na vida particular de cada um que ainda não viu de frente este rosto jovem do Senhor. Uma “Igreja em saída” quebra qualquer barreira e nos deixa ver o clamor dos irmãos, acolhendo os marginalizados, discriminados, humilhados e os pequeninos. Acolhendo-os podemos experimentar a face do Criador, que veio ao mundo em seu Filho feito um de nós. Sendo uma igreja jovem, devemos mostrar para que viemos, e não nos fecharmos em casulos, que nos aprisionam no mundo que podemos transformar, em nossas comunidades. Devemos nos “colidir” de frente com o mundo, realidades que muitas vezes fazemos de conta não ver. A “Rota” da nossa vida deve nos levar ao encontro do Senhor, que se encontra nos templos, mas sobretudo no nosso dia a dia, nas pessoas que ignoramos. A “colisão” pode ser dolorosa, mas só conseguiremos ser uma Igreja em saída se não nos aquietarmos no nosso comodismo diário. Atendendo ao chamado do Senhor de anunciarmos o seu Evangelho em todas as partes, atenderemos ao anseio do Santo Padre, de sermos uma “Igreja em saída”.